Hoje é terça-feira, 18 de junho de 2024
InícioEconomiaProjeto Nascer bate recorde com mais de 600 inscrições na IV Edição

Projeto Nascer bate recorde com mais de 600 inscrições na IV Edição

O projeto abrangeu 15 cidades presenciais e uma turma online, reforçando seu compromisso em estimular o empreendedorismo e a inovação em todo o estado

A quarta edição do Projeto Nascer, uma iniciativa idealizada pelo Sebrae/SC em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI), alcançou um marco significativo com um recorde de 606 inscritos. O projeto abrangeu 15 cidades presenciais e uma turma online, reforçando seu compromisso em estimular o empreendedorismo e a inovação em todo o estado.

No Meio-Oeste catarinense, o Sebrae conta com 4 Ecossistemas de Inovação Local: Joaçaba, Luzerna, Videira e Caçador, que foram amplamente incentivados a participar do edital.

“Aqui no IFC Campus Luzerna, temos a nossa ITL situada a 200 metros de distância. A Incubadora Tecnológica de Luzerna é um espaço privilegiado para que nossos alunos iniciem novas empresas de tecnologia. Por isso, tratamos um edital de pré-incubação com a máxima atenção, estimulando os alunos a criar ideias de negócio alinhadas às demandas do mercado. Dessa forma, eles podem aproveitar o programa Nascer, utilizando os conhecimentos adquiridos nos cursos de Engenharia, e assim maximizar suas chances de sucesso”, declara Illyushin Zaak Saraiva, Professor no Instituto Federal Catarinense – IFC e Coordenador do Laboratório de Educação Empreendedora, com apoio da FAPESC.

O principal objetivo do projeto é transformar ideias criativas em empreendimentos de sucesso. Ao longo das edições anteriores, o programa já impactou positivamente mais de 1.600 empreendedores, e nesta quarta edição, um investimento substancial de R$ 1,5 milhão está disponível para apoiar e desenvolver novos produtos, serviços ou processos inovadores que possam ser introduzidos no mercado.

Durante a pré-incubação, os participantes do projeto terão acesso a recursos amplos, incluindo consultoria técnica, mentorias, cursos e apoio institucional, visando a criação de startups e empresas de tecnologia para impulsionar o crescimento econômico em Santa Catarina.

Josiane Minuzzi, Coordenadora do Projeto de Ecossistemas de Inovação no Meio-Oeste, explica que cada cidade participante concentrou-se em setores estratégicos, como saúde, metal-mecânico, tecnologia, automação, moda, entre outros, personalizando o apoio para fortalecer a economia local. Esta diversidade de setores e a abertura para inovação são aspectos que tornam o projeto ainda mais interessante e promissor.

Adriano Ribeiro
Adriano Ribeiro
Colunista do Jornal Informe, traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e da Grande Florianópolis, em duas colunas semanais publicadas aqui e no www.informefloripa.com. Contatos: (48) 99800-5836 | (48) 3733-6977. E-mail: redacao@jornalinforme.com.br
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também