Hoje é quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioCultura e LazerProjeto "Cantando a Feliz Idade" da AMIMU oferecerá atividades gratuitas para idosos...
PublicidadeAnuncie no Jornal InformeAnuncie no Jornal Informe

Projeto “Cantando a Feliz Idade” da AMIMU oferecerá atividades gratuitas para idosos em Caçador

O Conselho Municipal e o Fundo Municipal do Idoso de Caçador acompanharam, na última sexta-feira, o início das atividades de um dos projetos que serão realizados em parceria com entidades sem fins lucrativos neste ano

Coordenado pela Associação dos Amigos da Música (AMIMU), o projeto “Cantando a Feliz Idade” proporcionará, ao longo do ano, atividades culturais gratuitas, incluindo canto e instrumentos musicais, além de vivências culturais, lúdicas e atendimentos psicossociais.
Ana Cristina Ribeiro de Mello, presidente do Conselho Municipal do Idoso, expressou a satisfação com a iniciativa, destacando a importância do projeto em ouvir as preocupações dos participantes. Ela ressaltou que o papel do conselho é promover parcerias com instituições comprometidas em realizar um trabalho significativo para a comunidade idosa. “Talvez em algum momento eles venham para a aula com alguma aflição, com alguma situação e vai ter ali um profissional, que vai para ouvir. Então esse projeto já ganhou meu coração. E o papel do conselho é esse, é trazer instituições que queiram trabalhar, que queiram fazer um trabalho bonito e de verdade para a comunidade idosa”.
Com base no Censo do IBGE de 2022, a população idosa de Caçador ultrapassa 10 mil pessoas, representando 13,86% do total. Lilia Capelin, gestora do Fundo Municipal do Idoso, enfatizou a relevância de projetos alinhados ao Estatuto do Idoso, especialmente no que se refere ao acesso à cultura. Ela afirmou que o projeto da AMIMU visa atender idosos de diversas origens, garantindo o acesso ao direito à cultura estabelecido no Estatuto do Idoso. “E esse projeto da AMIMU, visa atender as pessoas idosas de qualquer classe social, de qualquer etnia, de qualquer gênero. Ele é aberto, oferece o acesso ao direito à cultura, que é um direito tão importante para pessoa idosa, que está estabelecido lá no Estatuto do Idoso”.
O período de matrículas e inscrições para as atividades concentrou-se principalmente em janeiro. No entanto, o maestro Patrick Cavalheiro ressaltou que a AMIMU ainda possui vagas disponíveis para participantes interessados. Ele convidou especialmente aqueles com 60 anos ou mais a participar do Coral Sênior, que oferece aulas gratuitas de canto e instrumentos musicais, com o objetivo principal de proporcionar momentos de felicidade aos participantes do projeto.

Silmara Ribeiro
Silmara Ribeirohttp://www.jornalinforme.com.br
Editora de notícias do Informe Caçador, empresária e mãe.
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também