Hoje é sexta-feira, 24 de maio de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioEducaçãoFalta de Saneamento em Caçador é tema de estudo reconhecido por Ministro...
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe

Falta de Saneamento em Caçador é tema de estudo reconhecido por Ministro do Meio Ambiente do Canadá

O pesquisador caçadorense Claudio Antonio Klaus Júnior, mestre em Desenvolvimento e Sociedade pela UNIARP e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (FAPESC) realizou um estudo que investiga as disparidades no acesso ao saneamento entre Santa Catarina e a Província de Ontário, no Canadá

O pesquisador caçadorense Claudio Antonio Klaus Júnior, mestre em Desenvolvimento e Sociedade pela UNIARP e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (FAPESC) realizou um estudo que investiga as disparidades no acesso ao saneamento entre Santa Catarina e a Província de Ontário, no Canadá.
O estudo de Mestrado: “Direito, Saneamento e Sustentabilidade: Uma Análise Comparativa entre Municípios do Estado de Santa Catarina, Brasil e da Província de Ontário, Canadá à Luz dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 6 e 11”, destaca a importância da pesquisa realizada e coloca Santa Catarina no centro das discussões globais sobre políticas de saneamento e desenvolvimento sustentável.
O estudo foi reconhecido pela Ouvidoria do Ministério das Cidades do Brasil e recebeu reconhecimento do Ministro do Meio Ambiente do Canadá, Steven Guilbeault, ressaltando a relevância e o impacto do estudo no cenário internacional.
Mergulhando nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 6 e 11, o estudo revela uma lacuna crítica: mais de 99% das populações em ambas as regiões têm acesso a água potável, porém há diferenças vastas no tratamento de esgotos. Entre 2019 e 2020, a cobertura da coleta de esgoto no Brasil aumentou ligeiramente de 74,5% para 75,7%. 47,6% da população não tem coleta de esgoto, e apenas 55,8% estão conectados à rede. Enquanto 62,3% dos domicílios têm acesso ao escoamento sanitário, a diferença é notável entre os melhores e piores municípios, com 95,52% de cobertura nos melhores, contra apenas 31,78% nos piores.
Klaus explica que o estudo não é apenas um esforço acadêmico, é um catalisador para a mudança global. “Este estudo coloca Caçador no mapa da pesquisa acadêmica internacional, demonstrando que talentos da nossa cidade estão na vanguarda de questões críticas como o desenvolvimento sustentável e o saneamento global. O estudo já foi devidamente encaminhado para a Câmara de Vereadores, Prefeitura e para a BRK Ambiental (grupo canadense Brookfield)”, relata.
O pesquisador destaca que a análise comparativa entre Santa Catarina e Ontário fornece uma perspectiva essencial sobre os fatores socioeconômicos e políticos que moldam os padrões de saneamento. “Reconhecido pela Ouvidoria do Ministério das Cidades do Brasil, o estudo é elogiado por seu “valor indiscutível” na formação de políticas públicas eficazes no setor de saneamento. Da mesma forma, o Ministro do Meio Ambiente do Canadá recebeu e reconheceu o alinhamento desta pesquisa com o compromisso do Canadá com a sustentabilidade ambiental. Este estudo é um apelo à ação, destacando a necessidade urgente de políticas informadas e investimentos adequados em saneamento. Santa Catarina enfrenta desafios significativos, com mais da metade dos municípios sem serviço de esgoto e muitos sem planos para cumprir a meta de universalização do marco legal do saneamento”, comenta. O estudo pode ser acessado no site: https://scholarlycommons.pacific.edu/mcgeorge-dissertations/3/

Fomento
O pesquisador Cláudio Antônio Klaus Júnior foi contemplado no Edital de Chamada Pública Fapesc/CAPES nº 21/2021 – Credenciamento das Instituições de Ensino Superior com Programas de Pós-Graduação stricto sensu Emergentes e em Consolidação em Áreas Prioritárias do Estado de Santa Catarina. O edital foi lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (FAPESC) em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Saiba mais
Claudio Antônio Klaus Júnior é graduado em Relações Internacionais, pelo Centro Universitário Internacional (Uninter), e em Direito, pela Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (Uniarp). Também pela Uniarp, tornou-se mestre em Desenvolvimento e Sociedade, etapa cumprida com bolsa pelo Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas nos Estados, da CAPES, e com período sanduíche na Universidade Iorque, no Canadá.

Silmara Ribeiro
Silmara Ribeirohttp://www.jornalinforme.com.br
Editora de notícias do Informe Caçador, empresária e mãe.
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também