Hoje é sexta-feira, 24 de maio de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioGeralAproveitamento de reservas de fertilizantes marinhos deve contar com apoio do Governo...
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe

Aproveitamento de reservas de fertilizantes marinhos deve contar com apoio do Governo Federal

O aproveitamento das reservas desses fertilizantes, que são abundantes na plataforma continental brasileira, deve passar a contar com o apoio do Governo Federal

Os fertilizantes marinhos, conhecidos como granulados bioclásticos, são um tipo de fertilizante orgânico derivado de materiais de origem marinha. A palavra “bioclástico” refere-se a fragmentos de material biológico, e no contexto desses fertilizantes, refere-se principalmente a restos de organismos marinhos como conchas de moluscos, corais, algas, e outros materiais calcários que foram processados naturalmente pelos ecossistemas marinhos.

O aproveitamento das reservas desses fertilizantes, que são abundantes na plataforma continental brasileira, deve passar a contar com o apoio do governo federal para sua exploração e aproveitamento para a melhoria da produtividades das principais culturas agrícolas do País. A promessa foi feita pelo ministro do desenvolvimento indústria e comercio, vice-presidente da República, Geraldo Alckmin ao O CEO da Gbmex Mineração, empresário Reinaldo Pinto dos Santos, durante encontro na sede do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio, em Brasília, no final do ano passado.

“Estes fertilizantes são valorizados por sua rica composição em minerais e nutrientes essenciais para o solo e as plantas, como cálcio, magnésio, nitrogênio, fósforo e potássio, além de traços de outros minerais benéficos. A lenta liberação desses nutrientes, característica dos granulados bioclásticos, é particularmente vantajosa, pois fornece uma nutrição equilibrada e sustentada às plantas ao longo do tempo, melhorando a saúde do solo e a produtividade das culturas”, destacou Reinaldo durante o encontro.

Estudos sobre a aplicação de fertilizantes orgânicos em cereais, como trigo e milho, mostraram aumentos na produtividade que variam de 5% a 20% em comparação com os controles não fertilizados. A aplicação de fertilizantes bioclásticos pode contribuir para esses resultados através do fornecimento sustentado de nutrientes. O vice-presidente ficou impressionado com os resultados e possibilidades dos granulados bioclásticos. Ele preside o Confert (Conselho Nacional de Fertilizantes e Nutrição de Plantas) o órgão colegiado incumbido do tratamento do Plano Nacional de Fertilizantes.

As leguminosas, como feijão e lentilha, podem se beneficiar especialmente da aplicação de fertilizantes bioclásticos devido à sua capacidade de melhorar a fixação de nitrogênio, um processo crítico para o crescimento dessas culturas. A produtividade pode aumentar em até 10% a 25%, dependendo das práticas de manejo e das condições ambientais.

O empresário Reinaldo Pinto dos Santos lembrou que a utilização de fertilizantes marinhos granulados bioclásticos é uma prática sustentável de manejo agrícola e de jardinagem, que se alinha com os princípios da agricultura orgânica e regenerativa, oferecendo uma alternativa aos fertilizantes químicos sintéticos. “Essa abordagem não apenas apoia a saúde ambiental, reduzindo a dependência de insumos químicos e promovendo a biodiversidade, mas também pode melhorar a qualidade e o sabor dos alimentos produzidos”, completou.

Adriano Ribeiro
Adriano Ribeiro
Colunista do Jornal Informe, traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e da Grande Florianópolis, em duas colunas semanais publicadas aqui e no www.informefloripa.com. Contatos: (48) 99800-5836 | (48) 3733-6977. E-mail: redacao@jornalinforme.com.br
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também