Hoje é terça-feira, 18 de junho de 2024
InícioGeralCenso animal vai identificar as características demográficas e epidemiológicas dos animais domiciliados...

Censo animal vai identificar as características demográficas e epidemiológicas dos animais domiciliados em Caçador

Iniciou neste mês de maio em Caçador, a coleta de dados para o censo animal. O trabalho prossegue até o mês de agosto e visa reunir dados para compreender melhor a população de animais de estimação do município, especialmente cães e gatos

A participação ativa da comunidade é fundamental para o sucesso desta iniciativa, que tem como principal objetivo identificar as características demográficas e epidemiológicas dos animais domiciliados em Caçador.
O Censo Animal, é uma pesquisa do Mestrado em Desenvolvimento e Sociedade da UNIARP, de autoria da estudante Katiane Schmitt. A iniciativa conta com a colaboração ativa de instituições como: Secretaria de Saúde, Secretaria da Agricultura e o curso de Medicina Veterinária da Uniarp.
Os agentes de saúde serão devidamente treinados e irão aplicar os questionários estruturados nas residências. O Centro de Bem-Estar Animal se destacará como um dos pontos fixos de coleta.
Outro ponto adicional de coletas de dados do censo animal é o Parque Central José Rossi Adami nos seguintes dias: 19/05 e 26/05, 09/06 e 16/06 e 14/07 e 21/07 das 16h às 19h.
Cada mês terá coletas tanto nos bairros quanto no Centro de Bem-Estar Animal, com dias adicionais de coleta no Parque Central.
A professora Dr.ᵃ Rosana Claudio Silva Ogoshi, do Mestrado em Desenvolvimento e Sociedade explica que a sinergia entre academia e órgãos governamentais evidencia um compromisso conjunto em direção ao avanço do conhecimento científico e ao aprimoramento das condições de vida, tanto dos animais quanto dos cidadãos de Caçador.
“A importância deste censo não pode ser subestimada. As descobertas resultantes terão um impacto significativo em várias áreas, desde o desenvolvimento de programas de controle populacional até a implementação de políticas direcionadas a zoonoses. A compreensão da situação demográfica e de saúde dos animais permitirá às autoridades locais tomar decisões informadas para promover o bem-estar animal e proteger a saúde pública”, destaca.

Formulação de políticas públicas eficazes
O sucesso do Censo Animal depende do envolvimento de toda a comunidade de Caçador. Proprietários de animais de estimação são incentivados a participar respondendo aos questionários de forma honesta e completa. A colaboração de todos é fundamental para garantir que os dados coletados sejam representativos e úteis para a formulação de políticas públicas eficazes. O critério para participar da pesquisa é ser maior de 18 anos, residir em Caçador e será apenas um representante por casa para não ocorrerem respostas duplicadas.
Com base nas conclusões derivadas do Censo Animal, antecipa-se que Caçador esteja capacitado a formular e implementar políticas de cunho estratégico de longo prazo destinadas à promoção do bem-estar dos animais e à salvaguarda da comunidade caçadorense.
Essas políticas englobarão iniciativas como programas de esterilização, campanhas de sensibilização acerca da posse responsável e a adoção de medidas de controle de zoonoses.
A participação da comunidade no censo é o primeiro passo rumo a um futuro mais seguro e saudável para todos os habitantes de Caçador, sejam eles humanos ou animais.
SERVIÇO: Mais informações sobre o censo animal:
katiane.schmitt@uniarp.edu.br
censoanimal@hotmail.com
(11) 94133-3208

Silmara Ribeiro
Silmara Ribeirohttp://www.jornalinforme.com.br
Editora de notícias do Informe Caçador, empresária e mãe.
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também