Hoje é domingo, 14 de abril de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioEconomiaPreço do etanol apresenta queda em Caçador e Fraiburgo em janeiro
PublicidadeAnuncie no Jornal InformeAnuncie no Jornal Informe

Preço do etanol apresenta queda em Caçador e Fraiburgo em janeiro

Em pesquisa contínua realizada pela UNIARP, através do curso de Administração e financiada com recursos do Fundo de Apoio à Pesquisa (FAP), levantou-se o preço dos combustíveis e do gás de cozinha no mês de janeiro nos municípios de Caçador e Fraiburgo

A pesquisa, realizada pela UNIARP e coordenada pelo professor Leandro Hupalo e executada pela bolsista Graciolina Esquincá Wisser, adota metodologia similar à utilizada pela ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis que, semanalmente, afere o preço dos combustíveis e do gás de cozinha em diversos municípios do país.
Entre os combustíveis pesquisados que registraram maior aumento de preço em relação ao mês anterior, o destaque foi o diesel que apresentou aumento de 1,17 % em Caçador e em Fraiburgo a gasolina comum, com um aumento de 0,59%. Ainda em relação ao mês anterior, o gás de cozinha apresentou queda de 1,06% em Caçador e manteve-se estável em Fraiburgo.
Foi possível encontrar, entre os estabelecimentos pesquisados, uma significativa variação de preço entre alguns combustíveis. É o caso do etanol que em Caçador apresentou uma variação de até 18,89% e, em Fraiburgo, do diesel com uma variação de até 6,74%. O mesmo foi observado para o gás de cozinha, que apresentou variação de 22,73% em Caçador e de 39,00% em Fraiburgo, demonstrando que é possível fazer economia a partir de uma pesquisa de preços.

NOTÍCIAS POR WHATSAPP

Se quiser ler em primeira mão as Colunas do Adriano ou receber notícias do Informe Caçador entre no nosso grupo no whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GBwTR7BEFoO7JUO6sx2aIp


Como comparação, o caçadorense que consumiu um tanque gasolina comum (50 litros) em janeiro gastou R$ 292,00. Já o fraiburguense, nas mesmas condições, gastou R$ 293,00. Em ambos os casos, o gasto de combustível comprometeu mais de 1/5 do salário-mínimo vigente.
Nos últimos 12 meses a gasolina comum apresentou uma variação acumulada de 9,71% em Caçador e de 8,68% em Fraiburgo. Já o gás de cozinha, na mesma comparação, apresentou uma variação acumulada de -11,74% em Caçador e de 1,15% em Fraiburgo.
Cabe ressaltar que, embora possa ter ocorrido variação de preço dos combustíveis e do gás de cozinha durante o mês de janeiro, os preços coletados pelos pesquisadores referem-se aos últimos dias do mês.

Silmara Ribeiro
Silmara Ribeirohttp://www.jornalinforme.com.br
Editora de notícias do Informe Caçador, empresária e mãe.
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também