Hoje é domingo, 14 de abril de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioColunaCobalchini e o comando do MDB e a ausência de fiscalização da...
PublicidadeAnuncie no Jornal InformeAnuncie no Jornal Informe

Cobalchini e o comando do MDB e a ausência de fiscalização da BRK entre outras notas

O MDB Estadual elegeu sua nova Executiva Estadual e o deputado Valdir Cobalchini, (vice-presidente) poderá assumir a presidência em breve; leia também sobre a falta de cobranças e fiscalização da BRK em relação a investimentos em esgotamento sanitário

MDB elege executiva estadual

O MDB de Santa Catarina elegeu uma nova executiva estadual nesta segunda-feira (26). O auditório Antonieta de Barros, na Assembleia Legislativa, foi o local onde o partido decidiu fazer a convenção que confirmou o deputado federal Carlos Chiodini como o agora presidente eleito pela militância até 2026.

Com isso, o partido volta a ter uma executiva eleita. É bom lembrar que depois das eleições de 2022 o partido viu o então presidente Celso Maldaner se afastar do comando e ficou decidido que até 2024 o MDB seria regido por uma executiva provisória.

Como a votação foi híbrida, onde o filiado poderia dar o seu voto online, os 421 delegados de toda Santa Catarina votaram na escolha da nova executiva estadual.

Além do presidente Chiodini, o MDB terá como vice-presidentes o deputado federal Valdir Cobalchini, a senadora Ivete Appel da Silveira e o deputado estadual Volnei Weber e o presidente de honra será o ex-deputado federal Neuto de Conto.

Chiodini pregou o fortalecimento do partido. “Hoje temos um grande desafio, que é nos fortalecer. Para isso, é fundamental que tenhamos coragem para enfrentar desafios difíceis”, disse. Segundo ele, a sigla vai focar em 2024, atraindo mais lideranças e unindo as forças para que o MDB-SC continue sendo o protagonista do cenário político catarinense. “Hoje somos o partido com mais prefeitos e vereadores do Estado. Tenho certeza de que vamos ampliar este número”.

Já Valdir Cobalchini ressaltou a importância do MDB e se colocou como uma terceira via para o eleitor. “Não existe só direita e esquerda. O MDB tem uma história de diálogo, são 58 anos de fundação, sempre ao lado da democracia. Tenho orgulho de ser emedebista e por todos os lugares que visitamos no Estado, vemos um MDB vibrante, motivado para as próximas eleições”, falou.

Cobalchini no comando

Nos bastidores um acerto político deve colocar o deputado federal de Caçador no comando estadual do MDB, bem neste ano de eleições municipais. Como o deputado federal Carlos Chiodini, recém eleito presidente do partido, está sendo cotado para disputar a eleição pela prefeitura de Itajaí, caso realmente isso se concretize, a expectativa é que ele se licencie da presidência e passe o comando para Cobalchini.

Se isso acontecer, caberá ao deputado de Caçador toda a articulação do MDB em nível de Estado. Coisa que o emedebista já fez em outra oportunidade e com grande maestria, inclusive levando o partido à vitória em expressivos municípios. Atualmente o partido tem 100 prefeitos e mais de 800 vereadores. O desafio é manter esse tamanho diante do avanço do Bolsonarismo através do PL do governador Jorginho e do PSD que está muito bem articulado.

Deputado Cobalchini discursando na convenção estadual do MDB

Presentes

Quem fez questão de estar presente na convenção do MDB, em Florianópolis, prestigiando Cobalchini que praticamente assume a presidência, foi empresário de Caçador, Antônio Gilberto Gonçalves e sua esposa Leonires Gonçalves. Na foto o registro de conversa animada com o Adélcio Machado, que já foi reitor da Uniarp, em Caçador, e atualmente atua no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa.

Gilberto Gonçavles, Adélcio Machado e Leonires Gonçalves

Fora do Jogo

O conceituado médico Dr. Jairo Biramar de Oliveira, que já foi vice-prefeito de Rio das Antas, na gestão de Ronaldo Loss, chegou a ser sondado para disputar a prefeitura de Lebon Régis neste ano. Mas, como não tem um ano de filiação em um partido político, não poderá concorrer. Lembrando que atualmente ele atua em Rio das Antas, mas tem longa passagem por Lebon Régis, onde criou sólidos laços de amizades.

NOTÍCIAS POR WHATSAPP

Se quiser ler em primeira mão as Colunas do Adriano ou receber notícias do Informe Caçador entre no nosso grupo no whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GBwTR7BEFoO7JUO6sx2aIp

E o esgoto?

Impressionante como nossas lideranças em Caçador estão anestesiadas quanto à cobrança que deve ser feita para que a BRK Ambiental amplie a cobertura da rede e tratamento de esgoto no município. Constam prazos no contrato e é dever tanto da prefeitura (concessionária) quanto da Câmara de Vereadores, cobrarem a execução das obras. A empresa ganhou a coleta e distribuição de água (que é o filé mignon), mas com o dever de investir pesado em obras sanitárias de esgoto. Até agora, pouco ou quase nada foi feito.  Já se passaram quase 10 anos!

Saúde

O secretário de Saúde de Caçador, Roberto Marton, está analisando deixar a pasta. Estuda projetos e poderá anunciar o desembarque em abril.

NOTÍCIAS POR WHATSAPP

Se quiser ler em primeira mão as Colunas do Adriano ou receber notícias do Informe Caçador entre no nosso grupo no whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GBwTR7BEFoO7JUO6sx2aIp

Adriano Ribeiro
Adriano Ribeiro
Colunista do Jornal Informe, traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e da Grande Florianópolis, em duas colunas semanais publicadas aqui e no www.informefloripa.com. Contatos: (48) 99800-5836 | (48) 3733-6977. E-mail: redacao@jornalinforme.com.br
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também