Hoje é sábado, 20 de julho de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioColunaPesquisadora de Caçador será homenageada; Jorginho em Caçador; Aeroporto é um saco...

Pesquisadora de Caçador será homenageada; Jorginho em Caçador; Aeroporto é um saco sem fundo de recursos públicos e outras notas

Veja nesta Coluna sobre a previsão de vinda do Governador à Caçador; mais uma da série de ações do IPPUC para atrasar a Cidade e uma análise sobre as eternas obras no Aeroporto que consomem dinheiro público e a atenção de nossos políticos

Um prêmio à mulher na ciência

A pesquisadora Janaína Pereira dos Santos, da Estação Experimental da Epagri em Caçador, será homenageada na Assembleia Legislativa, durante sessão especial em homenagem às mulheres na ciência. O evento acontece em Florianópolis nesta segunda (30), às 19h.

A sessão especial foi proposta pela deputada estadual Luciane Carminatti, presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia. A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) indicou a pesquisadora da Epagri como uma das homenageadas. 

Na Epagri, Janaína atua em pesquisas para controle de insetos-praga, através de métodos sustentáveis, ecologicamente corretos e com baixo custo aos produtores rurais. Seus estudos preconizam o controle biológico, a diminuição no uso de agrotóxicos, a redução dos custos de produção, bem como a qualidade do alimento produzido. Ela também é responsável pelo museu de entomologia da unidade.

Jorginho em Caçador

Prefeito Alencar Mendes, ainda União Brasil, confirma que o convite para agenda do governador Jorginho Mello (PL) em Caçador será refeito para o início de novembro. Ele estava para vir em outubro, mas a urgência das enchentes, cancelaram a agenda oficial.

Em Caçador, além de atos do Governo do Estado, Jorginho deverá participar de um evento político. Na presença de lideranças de todos os partidos que governam Caçador, o governador abonará a ficha de filiação de Alencar no PL. O prefeito ganha também o comando partidário para encaminhar sua reeleição pelos liberais.

Prefeito Alencar Mendes

“Que me expulsem”

Não foi bem conduzida essa transferência do prefeito para o PL. O principal nome da sigla em Caçador, Fabiano Dobner (PL) não escondeu seu descontentamento. Não pela chegada do prefeito, que vê como positiva, mas pela forma impositiva como tudo se deu.

O vereador estava ao lado de meia dúzia de gatos pingados carregando a bandeira do PL em Caçador e região até bem antes de Jorginho ser governador e agora se vê escanteado, preterido. Confessou-me que não pretende sair da sigla e vai focar agora somente na sua reeleição. Também não pretende recuar dentro do partido. Incomodados que o expulsem.

Aeroporto

Ainda sobre a agenda do governador Jorginho em Caçador, um dos atos será mais uma inauguração de mais um pedaço de obras no Aeroporto Municipal. Nessa nova etapa o Governo do Estado investiu R$ 5,6 milhões e o Governo Federal outros R$ 13 milhões. Mas, o ato em questão que será realizado em novembro será para celebrar a entrega apenas dos investimentos do Estado.

Saco sem fundo

O Aeroporto Municipal de Caçador é um verdadeiro saco sem fundos. Não tem investimento que chegue. Se formos pegar o recorte de tempo apenas desde quando o ex-prefeito Saulo assumiu seu primeiro mandato, já foram muitos milhões de reais investidos. Mesmo assim, o equipamento operou voos regulares só por apenas alguns meses.

Qualquer investimento nesse sentido esbarra num detalhe básico: demanda. Caçador e região não têm demanda para garantir voos regulares. Mesmo assim, nossas lideranças seguem buscando mais recursos para o Aeroporto. Sem falar nos erros de aplicação de investimentos, como a Estação de Passageiros que foi construída em lugar errado recentemente e uma nova precisará ser construída.

Mas, para nossos políticos, o Aeroporto continua sendo prioridade. Já pensou direcionar só esses quase R$ 20 milhões desse mais recente investimento que citei acima para a saúde? Resolveria o atendimento para toda a população de Caçador. Ao contrário disso continua-se a buscar recursos para garantir a pista de pouso e decolagem para meia dúzia de empresário da cidade que tem um avião.

Precisa de mais

Mais um detalhe, mesmo com esses milhões que o governador Jorginho vai inaugurar em novembro, o Aeroporto não estará pronto ainda, por exemplo, para receber voos de carga, que é o projeto do ex-prefeito Saulo Sperotto. Faltam ainda instalações como para despachos aduaneiros e outros equipamentos. Ou seja, a saga do saco sem fundo continua.

Sem chapa pura

Prefeito Alencar Mendes (UB) está se mexendo com vistas a manter o time unido para conquistar ano que vem a reeleição. Tem tratativas com todos os partidos da coligação: PSDB, UB, PSD e agora o PL, além do PDT, Republicanos e outros. As atenções estão voltadas para encontrar o vice ideal. Nesse ponto, o prefeito fez apenas um pedido: não quer chapa pura. Entende que com esse leque de coligação, seu vice deve vir de outro partido.

Imóveis populares

Sobre a nota da última coluna informando que Caçador ficou de fora do cadastro do programa do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida, o prefeito Alencar explica que a informação não estava toda completa, pois até aquele momento realmente Caçador ainda não tinha sido incluído. Mas, segundo ele, o trâmite burocrático estava andando e a cidade foi inscrita com sucesso para receber 55 lotes populares para o ano que vem.

Atraso

Mais uma da saga do IPPUC em atrasar a cidade. O Grupo VIA pretende implantar um Centro de Distribuição ao lado do supermercado próximo ao Sesi. Mas, para isso, precisa de autorização do órgão. A resposta foi que a empresa deveria apresentar para a prefeitura os impactos com o empreendimento, como por exemplo no trânsito, fazer as alterações necessárias e construir o prédio. Só depois de tudo isso os iluminados analisariam se aprovariam ou não. Burocracia 1, empreendedorismo 0.

Inconstitucional

Vereador Fabiano Dobner (PL) está reclamando que o prefeito Alencar Mendes (UB) vetou parcialmente o Projeto de Lei Ordinária CMC 09/2023, de sua autoria, que previa a instalação de portas giratórias, detectores de metais e outros dispositivos em escolas e creches do Município.

Na verdade, o vereador está jogando para a torcida. Usando um tema sensível, que é o de segurança nas escolas, para se promover. A sua ideia pode até ser boa, mas o projeto de lei é institucional por criar despesas para o município. Vereador não pode elaborar matéria que crie despesas para o Executivo. O que espanta é o projeto ter sido aprovado por unanimidade, e ter passado pelas comissões técnicas como Constituição e Justiça e pela Assessoria Jurídica da Casa, mesmo com essa excrescência.

Imagina se a moda pega. Vereadores e deputados País a fora vão sair aprovando projetos para construir escola, comprar máquinas, pavimentar ruas, enfim, de que servirá o Executivo?

Bem na fita

A advogada Silvane Panceri está sendo cotada para se candidatar a vereadora em 2024. Com longa experiência na carreira pública, Silvane foi candidata prefeita na eleição municipal passada. Mesmo numa batalha inglória contra o imbatível Saulo Sperotto ela não fez feio e conquistou 8.169 votos (23,48% dos votos válidos), contribuindo para manter vivo o seu MDB e garantir 3 vereadores na Câmara. Caso aceite concorrer em 2024 Silvane tem grandes chances de se eleger vereadora, com votos partidários do seu MDB e ligados à causa animal, a qual defende há anos. Mas, há quem não descarte aproveitar o patrimônio político de votos e convencer a advogada a mais uma tentativa para o Executivo. Veremos!

Advogada, Silvane Panceri
Adriano Ribeiro
Adriano Ribeiro
Colunista do Jornal Informe, traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e da Grande Florianópolis, em duas colunas semanais publicadas aqui e no www.informefloripa.com. Contatos: (48) 99800-5836 | (48) 3733-6977. E-mail: redacao@jornalinforme.com.br
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img

Leia Também