Hoje é sábado, 20 de julho de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioGeralPesquisadora da UNIARP submete projeto para obtenção de bolsa de pós-doutorado

Pesquisadora da UNIARP submete projeto para obtenção de bolsa de pós-doutorado

A professora e pesquisadora na UNIARP, Dra. Claudriana Locatelli submeteu ao CNPQ um projeto para obtenção de bolsa de pós-doutorado para análises in sílico, que envolve o uso da bioinformática

A bioinformática é uma subdisciplina da biologia e da informática que utiliza ferramentas da informática para analisar, interpretar e processar dados biológicos.
O projeto foi submetido para obtenção de bolsa de Pós-doutorado sênior linha II Chamada Pública CNPq Nº 32/2023 Bolsas no País. A proposta foi submetida dia 18 de janeiro deste ano e a aprovação foi no início deste mês de junho.
A Dra. Claudriana explica que o encaminhamento do projeto ocorreu devido ao incentivo do professor Dr. Levi Hulse coordenador do Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento e Sociedade (PPGDS UNIARP). “Acabei aceitando o desafio, diante disso entrei em contato com a Dra. Prof. PhD.: Tania Beatriz Creczynski Pasa do Programa de Pós-Graduação em Farmácia (PPGFAR) da Universidade Federal de santa Catarina, líder do Grupo de Estudo em Interações entre Micro e macromoléculas. A Dra. Tânia aceitou ser supervisora do estudo”, relata.
De acordo com a Dra. Claudriana, o estudo proposto será desenvolvido na UNIARP em conjunto com a UFSC, fortalecendo o PPGDS e implantando uma nova proposta de pesquisa relacionada a bioinformática. O estudo tem como título: “Expressão de mirnas e a respectiva relação com o desenvolvimento de doença hepática gordurosa não alcoólica em pacientes com síndrome metabólica: possíveis alvos para diagnóstico e tratamento”.

Saiba mais sobre a síndrome metabólica, alvo do estudo
A síndrome metabólica (SM) é representada por um conjunto de condições inter-relacionadas, como obesidade, resistência à insulina, dislipidemia e hipertensão, que contribuem para o aumento de doenças crônicas não transmissíveis. Uma das complicações graves da SM é o desenvolvimento da doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) em aproximadamente 60% dos pacientes, podendo ter relação com a manutenção do estado inflamatório crônico. O crescente aumento de SM no Brasil nos últimos anos e o problema de saúde pública associado a DHGNA em pacientes com SM indicam uma necessidade de compreender melhor as bases moleculares desta relação com o intuito de estabelecer novas alternativas relacionadas ao diagnóstico, prognóstico e possibilidade de novos alvos terapêuticos. As descobertas podem abrir caminho para o desenvolvimento de abordagens terapêuticas personalizadas para prevenir ou tratar a DHGNA em pacientes com SM.

A pesquisadora
Dra. Claudriana Locatelli atua nos cursos de Graduação em Farmácia e Medicina e como professora/orientadora/pesquisadora no Programa em Desenvolvimento e Sociedade – PPGDS – UNIARP. Líder do Grupo de Pesquisa Translacional em Moléculas Bioativas e Coordenadora do Laboratório de Pesquisa Translacional em Saúde da UNIARP. Orientou 19 dissertações de mestrado, destas sendo seis do PPGDS.

NOTÍCIAS POR WHATSAPP

Se quiser ler em primeira mão as Colunas do Adriano ou receber notícias do Informe Caçador entre no nosso grupo no whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GBwTR7BEFoO7JUO6sx2aIp

Silmara Ribeiro
Silmara Ribeirohttp://www.jornalinforme.com.br
Editora de notícias do Informe Caçador, empresária e mãe.
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidadespot_img

Leia Também