Hoje é quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioEducaçãoCâmara de Caçador apoia movimento para instalação da Universidade Federal do Contestado
PublicidadeAnuncie no Jornal InformeAnuncie no Jornal Informe

Câmara de Caçador apoia movimento para instalação da Universidade Federal do Contestado

O documento atende o apelo de um grupo da sociedade que está mobilizando diversos municípios para unir forças nesta reivindicação junto ao Governo Federal

Os vereadores de Caçador aprovaram na noite desta segunda-feira (16) uma Moção de Apelo destinada ao Ministro da Educação, Camilo Santana, para que empreenda esforços visando à criação da Universidade Federal do Contestado (UNIFECON).
O documento atende o apelo de um grupo da sociedade que está mobilizando diversos municípios para unir forças nesta reivindicação junto ao Governo Federal.
Na semana passada, o tema já havia sido abordado na sessão da Câmara, durante espaço da Palavra Livre, pelo líder comunitário Eduardo Nascimento, que apresentou o projeto de iniciativa popular e solicitou apoio da Casa Legislativa.
Na Moção, os vereadores lembram que a região do Contestado tem baixos índices de desenvolvimento humano, conforme estatísticas do IBGE, o que acaba acentuado as desigualdades. Além disso, a construção de uma Universidade Pública Federal seria uma forma de a União e o Estado de Santa Catarina pagarem parte da dívida histórica gerada pelo Genocídio do Contestado, promovido pelo Estado Brasileiro e Catarinense nesta região.
A ideia é de uma Universidade multicampi, abrangendo a região de Lages até o Planalto Norte Catarinense, incluindo Rio Negro, Agudos do Sul e Piên, no Paraná; passando pelo Meio-Oeste Catarinense, chegando ao Vale do Iguaçu em Porto União e União da Vitória, incluindo os munícipios de Paula Freitas e General Carneiro. No outro extremo, atingindo todos os municípios do Vale do Rio do Peixe, como Ipira e Piratuba, chegando a Marcelino Ramos e municípios gaúchos adjacentes.
A proposta para a nova Universidade seria a oferta de cursos nas áreas de História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Ciências Políticas, Antropologia, Teatro e Música, para o fomento e incentivo da pesquisa e extensão voltados ao resgate da cultura cabocla.

Adriano Ribeiro
Adriano Ribeiro
Colunista do Jornal Informe, traz informações sobre os bastidores da política e cotidiano de Caçador e da Grande Florianópolis, em duas colunas semanais publicadas aqui e no www.informefloripa.com. Contatos: (48) 99800-5836 | (48) 3733-6977. E-mail: redacao@jornalinforme.com.br
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também