Hoje é sexta-feira, 24 de maio de 2024
Caçador - O melhor da vida é aqui!
InícioGeralCaçador confirma os primeiros casos de dengue com transmissão no próprio município
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe

Caçador confirma os primeiros casos de dengue com transmissão no próprio município

A Prefeitura de Caçador, através da Secretaria de Saúde, confirmou, em coletiva na tarde desta quarta-feira, 17, os primeiros casos de dengue com transmissão no próprio município

“O nosso município já registra cinco casos autóctones, ou seja, pessoas que contraíram a dengue em Caçador e não em viagem. Com isso, além da ocorrência do mosquito Aedes Aegypti, temos mosquitos infectados com a doença na cidade. Precisamos da colaboração de toda a população e que redobre os cuidados, não subestimando essa doença”, afirma o médico Infectologista, dr. Bruno Vitiriti.

Além dos 5 casos confirmados, Caçador registra: 13 casos positivos de fora; 12 negativos e 18 aguardando resultado do exame.
“Somente neste ano, já são 235 focos encontrados no município. Esse aumento nos números nos preocupa muito. O mosquito é o vetor do processo, sem ele não há transmissão da dengue. Por isso é tão importante o combate ao Aedes aegypti, principalmente por meio da eliminação dos criadouros, mas para que isso seja efetivado, precisamos que a população nos ajude a combater essa causa”, complementa Bruno.

A dengue é uma doença infecciosa febril, com isso, o principal sintoma de alerta é febre alta. Porém, junto a esse sintoma, a dengue causa cefaleia, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos. Podem ocorrer, também, náuseas, vômitos e manchas vermelhas na pele. Em algumas pessoas, a doença pode evoluir para formas graves, apresentando manifestações hemorrágicas.

A Prefeitura segue com ações de combate, como por exemplo através do Destino Certo, recolhendo entulhos, porém é necessário que a população também faça a sua parte. “É necessário que todos façam uma vistoria em suas casas, não esperando apenas pelo poder público, para que possamos nos proteger dessa doença”, finaliza Bruno.

NOTÍCIAS POR WHATSAPP

Se quiser ler em primeira mão as Colunas do Adriano ou receber notícias do Informe Caçador entre no nosso grupo no whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GBwTR7BEFoO7JUO6sx2aIp

Apoio da comunidade
A população precisa ajudar no controle dos focos do mosquito. Recipientes que podem conter água precisam ser vistoriados e eliminados corretamente, como exemplo os vasos de plantas, galões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas e cascas de ovos nos quintais. Importante também a vedação das caixas d ‘ água e manter calhas limpas.
Denúncias de locais com possíveis criadouros devem ser feitas através do telefone 3666-2400.

Silmara Ribeiro
Silmara Ribeirohttp://www.jornalinforme.com.br
Editora de notícias do Informe Caçador, empresária e mãe.
PublicidadeAnuncie no Jornal Informe
ASSUNTOS RELACIONADOS
Publicidade
Publicidade

Leia Também