Pedido de providência pede agilidade na inclusão de pacientes no Sistema de regulação do Estado

Documento apresentado pelo Vereador Clayton Zanella será encaminhado ao secretário de estado da Saúde, André Motta Ribeiro

0
39
Vereador Clayton Zanella (DEM)

Um pedido de providência apresentado nesta semana na Câmara Municipal de Caçador solicita agilidade, de acordo com a regulação do estado, na inclusão de pacientes que estão no Hospital Maicé para as alas e clínicas psiquiátricas conveniadas ao Estado.

O pedido é do vereador Clayton Zanella (DEM) e destinado ao secretário de estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Ele explica que foi procurado por pessoas da comunidade relatando a dificuldade de efetivar estes internamentos devido à alta demanda e quantidade insuficiente de vagas oferecidas atualmente pelo Estado.

Na semana passada Clayton recebeu a informação de que havia um paciente aguardando há 16 dias por uma vaga no sistema de regulamentação estadual para ser internado em uma ala ou hospital psiquiátrico, haja vista a necessidade de um atendimento mais eficaz e de longa duração.

“Em contato com o Maicé fui informado que havia cinco pacientes psiquiátricos naquele dia aguardando vaga no SISREG, além de dependentes químicos. Porém, segundo o hospital, como não há credenciamento e recursos próprios para a realização deste trabalho, não havia possibilidade de internamento no local”, explica.

Após a informação, o vereador buscou a versão da secretaria municipal de Saúde sobre os fatos, quando foi informado que recursos são repassados ao Maicé para esta finalidade.

“Como teremos a presença dos profissionais da secretaria de Saúde na Palavra Livre da próxima semana, para explanar sobre a saúde mental e outras demandas, aguardarei até lá para ter dados mais concretos e entender esta divergência de informações. No entanto, o nosso pedido ao Governo do Estado é para que agilize a abertura de novas vagas e inclua estes pacientes. Não queremos que haja ‘fura fila’ e tão pouco que os pacientes de Caçador sejam privilegiados, mas se há um aumento da demanda neste período de pandemia, são necessárias mais vagas também”, completa.

O pedido foi aprovado por unanimidade e segue para o Governo do Estado.

Deixe uma resposta

Faça um comentário:
Digite o seu nome