IMA entrega licenças na região e a lentidão da vacinação

Presidente do IMA, Governador Carlos Moisés e o deputado Valdir Cobalchini tiveram agenda nesta semana entregando importantes licenças ambientais para empresas como a Guararapes de Caçador e a West Rock de Três Barras

0
204
Entrega da licença ambiental da empresa Guararapes

IMA entrega licenças na região

Nesta semana o presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, Daniel Vinícius Netto, esteve na região e entregou licenças ambientais para importantes ampliações empresariais que gerarão mais emprego e renda para SC, respeitando o meio ambiente.

É o caso da Guararapes, em Caçador. Na quinta-feira (27) foi entregue a Licença Ambiental necessária à expansão dos investimentos da empresa.

Também acompanhou a agenda o deputado estadual, Valdir Cobalchini (MDB), que celebrou mais um passado dado pela empresa. “Participei da vinda da Guararapes para Caçador e é uma alegria imensa ver o porte que o investimento está tomando”, avalia Cobalchini.

O deputado ainda destaca o impacto sócio-econômico, não apenas para Caçador, mas para toda a região. “Serão centenas de empregos gerados, entre diretos e indiretos e tenho certeza que toda a região será impactada de forma positiva”, analisa.

Na foto, da esquerda para a direita, o gerente regional do IMA, Clesio, o deputado Cobalchini, o empresário Diógenes, o presidente do IMA, Daniel Vinícius, o prefeito Saulo Sperotto e o Diretor Técnico do IMA, Capelari.

Mais agenda

Já nesta sexta, tanto o presidente do IMA, quando o deputado Cobalchini, agora acompanhados do governador Carlos Moisés, participaram de uma solenidade em Três Barras. Na ocasião foi entregue a licença ambiental de operação para o projeto de expansão da fábrica de papel da empresa WestRock. Trata-se de um investimento de US$ 345 milhões, iniciado em fevereiro de 2019, que permitirá expandir a produção em aproximadamente 40%.

O chefe do Executivo estadual ressaltou que a expansão do parque fabril gerará mais empregos e desenvolvimento para o Planalto Norte. “O Governo do Estado tem interesse que esse processo sempre caminhe rapidamente, sem que se coloque obstáculos. Precisamos operar olhando para o empresário como um grande parceiro. Viemos aqui trazer essa vontade do Governo, de ser um parceiro de quem tem coragem de empreender”, discursou o governador.

O deputado Cobalchini também ressaltou o empreendimento. “Investimentos como o da West Rock, mostram que nosso Estado está pronto para crescer como nunca assim que a pandemia acabar”, afirma Cobalchini. O deputado ainda destaca a resiliência do Estado diante das maiores crises. “Em um momento tão difícil como este que passamos, Santa Catarina mostra para o Brasil que o caminho é confiar e seguir acreditando”, complementa.

O presidente do IMA, Daniel Vinicius Neto, ressalta que a emissão da licença exigiu um trabalho multidisciplinar de meses para verificar os impactos na região. Segundo ele, trata-se de um momento festivo não apenas para Três Barras, mas também para a região.

Nova sede

Durante sua passagem pela região, realizando entrega de licenças, o presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, Daniel Vinícius Netto também visitou a nova sede do Instituto em Caçador, localizada na Rua Adolfo Franz Grote, Bairro D.E.R.

Pixotada do Estado

Depois de ter proibido Caçador de vacinar todos os professores no sábado passado (pura politicagem), o Governo do Estado liberou, na segunda-feira (dois dias depois) para que todos os municípios do Estado iniciassem essa vacinação.

Só que, em vez de já liberar para todos os grupos de professores e deixar para que cada município usasse as doses de acordo com o estoque, ordenou que a vacinação é até o grupo 8.

Caçador tinha mais de 2 mil doses guardadas na geladeira no sábado passado. Nesta semana, centenas de doses foram distribuídas nos postos de Saúde para vacinar as pessoas com comorbidades e, lógico, a procura foi muito pequena. Foram vacinadas pouco mais de 500 pessoas até esta sexta-feira, 28.

Neste caso, estão guardadas mais de 1 mil doses ainda. E, nesta quinta-feira, Caçador recebeu mais 1900 doses da vacina. Ou seja: o estoque é de quase 3 mil doses.

Só que, com essa ordem esdruxula do Governo do Estado, neste sábado, serão vacinados os professores até o grupo 8. Segundo minhas informações, baseadas no cadastro feito pelos professores, estão aptas a tomar a vacina aproximadamente 1 mil pessoas.

Neste caso, Caçador vai ficar com quase 2 mil doses guardadas de novo, sem poder vacinar o restante dos professores.

E, o pior é que o Estado não deu ainda nenhum sinal de que vai liberar para que os próximos grupos sejam vacinados.

Na vacinação, é uma pixotada atrás da outra deste desgoverno do Estado!

Ameaças

Minhas muito bem informadas fontes afirmaram que, na semana passada, após Caçador ter anunciado que iria vacinar os professores, houve algumas ameaças diretas ao secretário de Saúde, Roberto Marton, incluindo interferência nacional.

A ameaça não chegou a ser direta, mas em forma de “recomendação” para que Caçador não vacinasse os professores, pois poderiam haver consequências.

Provavelmente, esse pessoal que não quer deixar vacinar já se vacinou, né?!