Câmara retoma sessões virtuais e o movimento econômico de Caçador cresceu 23,84%

A Câmara Municipal de Caçador decidiu retomar as sessões ordinárias de forma virtual a partir desta segunda-feira (1°); leia também nesta coluna número sobre a arrecadação e orçamento do município

0
136

Câmara retoma sessões virtuais

Consciente de que o momento exige cuidados redobrados para evitar a proliferação do coronavírus, e considerando o aumento considerável no número de casos no Município, a Câmara Municipal de Caçador decidiu retomar as sessões ordinárias de forma virtual a partir desta segunda-feira (1°), e seguirá por tempo indeterminado, até que a situação se normalize.

O presidente Moacir D’Agostini (DEM) lembra que o Legislativo já se utilizou do Sistema de Deliberação Remota no ano passado, quando os números da pandemia se alastraram, e a funcionalidade do sistema utilizado para as reuniões foi bastante positiva.

Apesar dos cuidados que vínhamos tomando, como o distanciamento social, o uso de máscara e álcool em gel, achamos oportuno que neste momento as sessões sejam realizadas de forma remota, por entendermos que toda  a atenção é necessária para evitarmos a proliferação deste vírus. Assim que tivermos maior segurança para voltarmos à forma presencial, informaremos a comunidade”, destacando que a decisão foi tomada em comum acordo com os demais Vereadores.

Vale ressaltar que as sessões on-line serão transmitidas ao vivo pelo canal da Câmara no Youtube, a exemplo do que já acontece com as reuniões presenciais.

Movimento econômico

Caçador cresceu 23,84% no movimento econômico no ano de 2020, chegando a 18,17% a mais que o Estado, que teve um aumento de 5,66%.

A apuração dos dados ainda está sendo finalizada pelo Governo do Estado, pois ainda falta a inserção do Simples Nacional e dos transportes.

Provisoriamente, Caçador já está na 13ª posição na economia de SC, ante a 16ª que ocupava em 2019.

As exportações foram fundamentais no índice de crescimento de Caçador, chegando a 26,055% de crescimento em 2020.

Nossa economia está em alta. Criamos, em 2020, mais de 1200 novos empregos e temos muitas empresas com vagas de emprego abertas e a produção está bastante intensa. Todos os setores, indústria, comércio e serviço, contribuíram para esta marca importante para nosso município”, completou o prefeito Saulo Sperotto.

R$ 280 milhões em 2020

Dados apresentados em Audiência Pública virtual promovida pela Câmara de Vereadores na noite desta quarta-feira (24), referente ao cumprimento das metas fiscais do 3º quadrimestre de 2020, mostram que o Município de Caçador fechou o ano com uma arrecadação total de R$ 279,3 milhões. Isso representa quase 20% a mais do que era esperado para o período. Além da arrecadação oriunda dos impostos, repasses financeiros para o combate ao coronavírus, especialmente do Governo Federal, contribuíram para os números expressivos.

Outro fator importante demostrado se refere a investimentos em áreas estratégicas como saúde e educação, onde os limites mínimos previstos em Lei foram superados. Na educação, foram aplicados 27,46% do orçamento e na saúde 25,45%. Nestas duas áreas, os limites mínimos são 25% e 15%, respectivamente. No Fundeb foram 69,8% de aplicação.

Os dados demonstram também que o Município ficou abaixo do limite prudencial (51,3%) no que se refere à despesa com pessoal.

A Audiência Pública foi conduzida pelo Vereador Marcio JF, membro da Comissão de Finanças, Orçamento e Contas do Município e contou com a participação do Secretário Municipal da Fazenda Osório Timermann e dos Vereadores Johny Marcos Tibes de Souza, Fabiano Dobner e o Presidente Moacir D’Agostini. Já a apresentação dos números do Executivo ficou a cargo da controladora interna da Prefeitura, Daniele Ariatti.

Números da Câmara

Os dados da Câmara Municipal de Caçador envolvendo o período também foram evidenciados durante a Audiência Pública. Os números foram apresentados pela contadora da Casa, Ilvaita Baron, e estão disponíveis no site da Câmara (camaracacador.sc.gov.br) – nas abas “transparência” – “Audiência Pública”.