Projeto homenageia o ex-intendente de Taquara Verde, o Ceará

Propositura é de autoria da Vereadora Sirley Ceccatto ao lado do Vereador Rubiano Schmitz como forma de reconhecer os relevantes serviços prestados a Caçador.

0
73

 Câmara Municipal de Caçador aprovou nesta segunda-feira (7), em primeira votação, o Projeto de Lei que homenageia o ex-intendente de Taquara Verde, Martiniano Luís da Silva, mais conhecido como Ceará, com denominação de via pública no Bairro Sorgatto.

A autoria da propositura partiu dos Vereadores Sirley Ceccatto e Rubiano Schmitz, como forma de enaltecer os relevantes trabalhos desenvolvidos pelo homenageado em Taquara Verde e nos demais setores que atuou no Município.

A via pública que passa a ter a referida denominação se refere à travessa que liga as Ruas Inglaterra e Justina B. Sorgatto, e o Poder Executivo tomará as providências necessárias para a instalação de placa indicativa e atualização do mapa e registros oficiais do Município.

Para a Vereadora Sirley Ceccatto, a homenagem resulta em justo reconhecimento à memória de Ceará, falecido em outubro deste ano após atropelamento no Centro, ficando o registro imortalizado história de Caçador.

Rubiano também enalteceu a trajetória do homenageado, parabenizando a Vereadora Sirley pela iniciativa, uma vez que recebeu o convite da colega para assinar junto o projeto.

Sobre o homenageado

Natural de Pio IX, no Piauí, nasceu em 16 de dezembro de 1954. Pai de Ledemildo, Levanildo, Ledemilson, Ewerson, Elinton e Paulina, foi por muitos anos comerciante do ramo de artigos de vestuário e de cama, mesa e banho.

Em 1988 candidatou-se ao cargo de vereador pelo município de Colombo/PR, região metropolitana de Curitiba, ficando como suplente. No mesmo ano, mudou-se para Caçador a convite de um primo e continuou atuando no ramo do comércio.

No governo do ex-prefeito Lucir Telmo Christ, prestou concurso público para Prefeitura de Caçador e com sucesso se tornou servidor público. Anos mais tarde se candidatou a vereador em Caçador, mais uma vez ficou como suplente, com 239 votos.

Em junho de 2017, assumiu como intendente de Taquara Verde onde trabalhou até a data de seu falecimento.

Com mais de 17 anos de experiência no ramo, aos sábados trabalhava com a venda de peixes na feira municipal.

Faleceu no dia 3 de outubro de 2020, vítima de atropelamento.