Partidos políticos definem candidatos a prefeito, vice e vereador em Caçador

Nesta sexta (11) e sábado (12) partidos políticos realizaram convenções em Caçador e lançaram Saulo Sperotto (PSDB) e o vice-prefeito, Alencar Mendes (DEM) à reeleição e a candidatura à prefeito de Rubiano Schmitz (PP), com o vice de chapa, Márcio dos Anjos. Neste domingo (13) deverá ser homologado o nome de Silvane Panceri (MDB) e o vice de chapa Osmar Barcaro (PL) e o quarto candidato a prefeito será o professor Paulo Gonçalves, o Paulão do PT

0
170
Saulo e Alencar reeditam aliança para tentar a reeleição em Caçador

Convenções definem candidatos em Caçador

Se as convenções deste ano para escolha dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores eram praticamente um jogo de cartas marcadas, dada a antecipação das escolhas, o que movimentou (e atrapalhou) as convenções partidárias não só no município, mas em todo o Estado, foi o desgoverno do Governo Carlos Moisés. Parece estranho, mas explico.

O prazo para a realização das convenções iniciou dia 31 de agosto. Porém, apenas nesta sexta-feira (11) o Governo do Estado editou uma Nota Técnica, de controle da propagação da Covid-19, proibindo a realização de convenções políticas presenciais em áreas de Risco Potencial Gravíssimo e Grave, como é o caso da Região de Caçador. O governo sugeriu a realização dos encontros nessas regiões apenas de forma virtual.

O problema é que algumas convenções já estavam agendadas. É o caso do PP, em Caçador, que optou em manter o encontro, mesmo contrariando a determinação do Governo do Estado. A convenção aconteceu normalmente na Câmara de Vereadores, na noite desta sexta (11), como mostram fotos abaixo. Já começou errado o PP em desrespeitar uma determinação sanitária. Mas, a bagunça do Governo é geral.

Para se ter uma ideia, partidos que tinham suas convenções agendadas para este sábado como Democratas e PSDB e que não tinham previso no edital a possibilidade de realização da convenção de forma virtual, estavam cancelando os encontros e reagendando para durante a semana. Mas, no começo da tarde, o Governo do Estado reorganizou a bagunça novamente e liberou as convenções presenciais em todo o Estado, contrariando a própria norma anterior.

Quer dizer, o coronavírus viveu e morreu para os políticos começaram o jogo eleitoral em menos de 24 horas. Feito esse registro, vamos aos resultados das reuniões.

Antecipação das convenções

Com o bonde andando e as convenções já agendadas, com editais publicados, os partidos iniciaram as reuniões a partir do dia 31 de agosto em todo o Estado. O prazo vai até dia 16 de setembro, mas poucos deixarão para a última hora.

Já acompanhei eleições em que as decisões dos nomes e coligações ficava para os últimos minutos do último dia do prazo legal (já vi até partido deixar a ata em aberto para preencher depois com possíveis aliados de última hora, antes do derradeiro registro no TRE).

Mas neste ano, em função do apertado prazo para a disputa, todo mundo antecipou ao máximo. O objetivo é ganhar dias para organizar documentação dos candidatos, pensar em estratégias, material de campanha, enfim, ganhar território nessa disputa que tende a ser muito rápida.

Assim, o jogo está jogado para os candidatos Saulo Sperotto (PSDB) que reeditará a aliança com o vice Alencar Mendes (DEM), na busca de mais um mandato e o candidato Rubiano Schmitz (PP) que terá chapa pura com o candidato a vice, Márcio dos Anjos.

Convenção do MDB

Ainda se junta à disputa Silvane Panceri (MDB) que terá seu nome oficializado em convenção neste domingo (13), às 17 horas, de forma virtual. Seu vice de chapa deverá ser Osmar Barcado (PL) numa coligação envolvendo os seguintes partidos: MDB, PL, Republicanos, Patriotas e PSC.

Convenção do PT

O quarto candidato deverá ser o professor Paulo Gonçalves, o Paulão, do PT. Sua candidatura será homologada na segunda-feira (14) e deverá ter como vice de chapa Marlene Zolner, em uma chapa pura petista.

PP homologa Rubiano Schmitz

O vereador Rubiano Schmitz foi homologado na noite de sexta-feira (11) candidato a prefeito de Caçador pelo Progressistas. Ele concorrerá ao lado do jovem empreendedor Márcio dos Anjos, candidato a vice-prefeito pela Coligação Caçador: As Pessoas em Primeiro Lugar, que contará também com o apoio do Partido Social Liberal (PSL).O detalhe ficou para o vice, escolhido de última hora.
A convenção aconteceu na Câmara de Vereadores e definiu ainda os nomes que concorrerão ao cargo de vereador pela sigla.

Após a homologação, Rubiano agradeceu aos companheiros de partido pela oportunidade de ser candidato a Prefeito, bem como a parceria com o PSL, destacando que a partir do início da campanha eleitoral coloca o seu nome à disposição da população caçadorense.

Segundo ele, o foco será as pessoas através de gestão e responsabilidade com o dinheiro público. “Vamos começar pelo básico, com a humanização no atendimento e a otimização dos serviços em prol da população. Sabemos que o nosso país enfrenta uma forte crise e que os municípios estão sofrendo para manter as contas em dia. Junto a isso, a realidade de Caçador é mais delicada com a receita ainda mais comprometida devido a empréstimos efetuados recentemente e que os próximos prefeitos terão que pagar, mas com seriedade, trabalho, transparência, podemos contribuir para uma Caçador melhor e com oportunidades para todos”, destaca.

Os dois PSL

Chega a ser cômico, não fosse trágico. O PSL, partido que empunhou a bandeira da Nova Política na eleição passada, prova cada dia mais que essa propalada nova política não passa de uma piada de péssimo gosto e de amadorismo. Não bastasse o seu governador, Carlos Moisés, estar praticamente afastado do cargo (a votação no plenário da Alesc será nesta semana e a votação na Comissão Julgadora do Impeachment na semana que vem), em Caçador o partido conseguiu mostrar a face mais degradante da política.

Existem dois PSLs em Caçador. Sim, amigo leitor. Um fechou coligação com Rubiano Schmitz (PP), nesta sexta-feira (11) e outro firmou coligação com o candidato Saulo Sperotto (PSDB), neste sábado (12). Uma divisão partidária com poucos precedentes na política local.

E o partido é muito organizado para entregar o caos. Tem duas Executivas Municipais: uma registrada dia 31 de agosto e outra dia 3 de setembro. Formatações impecáveis, com presidente, vice, secretário etc. É uma piada esse partido. A cara do governador. Um governador que não consegue mandar no próprio partido.

Saulo e Alencar são candidatos à reeleição

O prefeito Saulo Sperotto (PSDB) e o vice, Alencar Mendes (DEM), são candidatos à reeleição. O nome dos dois foi homologado pelas convenções dos dois partidos, que foram realizadas neste sábado (12).

Além de PSDB e DEM, os candidatos vão contar com o apoio do PDT e do PSD, que também realizaram suas convenções no mesmo dia.

“Nós queremos passar uma mensagem clara para as pessoas, da continuidade de um trabalho que viemos fazendo e que, sabemos, ainda há muito a fazer. Vamos continuar fazendo o melhor para a nossa cidade, o melhor para os cidadãos”, destacou o candidato a vice-prefeito, Alencar Mendes.

Para o candidato a prefeito, Saulo Sperotto, o objetivo é continuar trabalhando para dar ainda mais qualidade de vida para as pessoas. “Precisamos avançar sempre, com foco, dedicação, planejamento. E é por isso que levantamos todos os dias: para superar os desafios e fazer o nosso melhor pelas pessoas, pela nossa cidade”, completou.

A respeito de outras candidaturas, Saulo ressaltou: “Não desejo que nossos adversários vão mal, pelo contrário, que eles façam o seu melhor nesta campanha, mas nós temos que ser melhores do que eles, dando o máximo de cada um. Na vida, é a mesma coisa, não podemos querer derrubar as pessoas para que possamos crescer, mas sim, trabalhar e se superar. Até a vitória e a vitória será de Caçador”, finalizou.

Nereu Baú

Chamou a atenção o número do candidato a vereador Nereu Baú (não vou citar o número aqui pois ainda falta registro na Justiça Eleitoral). Para quem não era candidato até poucos dias atrás, literalmente sentou na janela, com um número, vamos dizer, favorável para o eleitor gravar. Pelos apoios que tem na classe empresarial, vai reforçar em muito o time de vereadores tucanos.

DEM define Alencar Mendes como vice

O DEM definiu pela continuidade ao projeto municipal e homologou o nome de Alencar Mendes como candidato a vice-prefeito para as eleições do dia 15 de novembro. O partido também, em convenção online, realizada neste sábado (12), decidiu que vai apoiar o candidato a prefeito pelo PSDB, Saulo Sperotto.

A reunião contou com maioria dos convencionais do DEM, bem como com o prefeito Saulo e o coordenador da campanha Majoritária, Claudio Favero Junior.

“Vamos buscar a aprovação novamente da comunidade de Caçador, para continuar trabalhando pelo melhor de todas as pessoas. Nosso objetivo é ter uma cidade cada vez melhor”, destacou Alencar.

O prefeito Saulo Sperotto salientou a importância da continuidade da coligação. “Esta é uma proposta de continuidade, da proposta de um trabalho cada vez mais intenso para Caçador, sempre pensando em dar mais qualidade de vida para todos os cidadãos”, finalizou.

Convenção virtual do Democratas

PDT com Saulo e Alencar

O PDT homologou, em convenção virtual neste sábado (12), o apoio ao pré-candidato a prefeito pelo PSDB, Saulo Sperotto, e ao candidato a vice, já definido pelo DEM, Alencar Mendes.

O encontro, iniciado ainda na parte da manhã, se estendeu até às 15h e contou também com a presença da deputada estadual, Paulinha. “Reforço meu apoio ao Saulo e ao Alencar e me comprometo a disponibilizar recursos, através de emendas para Caçador, visando levar mais desenvolvimento para esta tão maravilhosa cidade”, completou.

Na reunião, Saulo, Alencar e o coordenador da campanha, Claudio Favero Junior, estiveram presentes e referendaram a coligação com os pedetistas.

O vereador Marcos Creminácio fez questão de enfatizar a iniciativa do PDT em prol da coligação com Saulo e Alencar. “Nosso grande projeto é por Caçador, pelo bem das pessoas e pela construção de uma cidade forte e cada vez mais desenvolvida”, finalizou.