Caçador tem dois novos casos suspeitos de Coronavírus; outro já foi descartado

Eles estão internados no hospital Maicé desde a tarde desta segunda-feira, 23.

0
19

Caçador tem dois novos casos suspeitos de Coronavírus. Eles estão internados no hospital Maicé desde a tarde desta segunda-feira, 23.
Até este domingo, 22, havia um caso suspeito, que foi descartado. Além disso, 26 estão sendo monitorados pelo “Alô, Coronavírus Caçador” e estão com sintomas de doenças respiratórias. 15 dos que estavam sendo monitorados anteriormente já tiveram melhora. Ao todo, o sistema recebeu, nesta segunda-feira, 149 contatos.

“É importante relatar que os casos que estão chegando no Alô Coronavírus Caçador são casos mais prevalentes de resfriado comum, sem sinais de alarme. As orientações continuam sendo repouso em casa e ciência que casos de sintomas respiratórios podem durar 7 a 10 dias, porém não pode haver a piora progressiva desses sintomas”, destacou o médico infectologista, Bruno Vitiritti.

Para ampliar o sistema de atendimento, através da triagem, foi firmada uma parceria entre a Prefeitura e o hospital Maicé e, agora, esta triagem será realizada 24 horas por dia, 7 dias da semana.

“Funciona assim: das 7h às 19h, as pessoas com sintomas de doenças respiratórias devem procurar a escola Henrique Julio Berger, na frente da UPA. Já das 19h às 7h, o atendimento será no Maicé, mas em espaço diferente do Pronto Socorro”, destacou o secretário de Saúde, Ademar Schmitz.

Não saia de casa

Para evitar que as pessoas saiam de casa, a Prefeitura está disponibilizando o canal “Alô, Coronavírus Caçador”, para dúvidas a respeito do novo vírus. Os caçadorenses podem entrar em contato, tanto pelo telefone fixo, quanto pelo WhatsApp (mensagens de texto, de voz e ligações) para tirar as suas dúvidas.
No fixo, a ligação será a cobrar, para os números 9090 3561-0910 e 9090 3561-0924. Já no Whats, os números são (49) 99113-5384 e 99118-4983.
A ideia deste canal é oferecer orientação de forma rápida, reduzindo idas desnecessárias aos postos de Saúde e à UPA, e no caso do coronavírus, diminuindo uma possível exposição ao vírus. Afinal, toda a orientação é feita com o paciente no conforto de sua residência ou onde ele estiver. Este sistema, semelhante ao Telemedicina, já vem sendo utilizado em várias cidades do Brasil, como São Paulo, Curitiba e Florianópolis.
ATENÇÃO: Estão proibidas festas ou qualquer outro tipo de reuniões entre amigos e vizinhos que gerem acúmulo de pessoas.

Decreto

O decreto de isolamento social, que terminaria nesta terça, 24, será prorrogado por mais sete dias, começando a valer a partir de quarta (25), informou o governador Carlos Moisés (PSL) em entrevista coletiva nesta segunda. O decreto ainda será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).