Deputado Minotto traz recursos para Lebon Régis; PSD assedia Beto Comazzetto e outras notas

Leia também nesta coluna sobre as pré-candidaturas do PT para disputar a prefeitura de Caçador; o investimento em pontes e acessos rurais que o prefeito de Timbó Grande, Arti Galeski (MDB) está fazendo e outras notas

0
52

Rodrigo Minotto destina R$ 800 mil para Lebon Régis

O deputado estadual Rodrigo Minotto destinou uma emenda impositiva no valor de R$ 800 mil para Lebon Régis. Os recursos serão usados para a construção de um moderno Centro Municipal de Saúde.

O projeto prevê a construção da sede administrativa da Secretaria de Saúde e de uma clínica de fisioterapia com piscina de hidroterapia. O novo Centro de Saúde de Lebon Régis também abrigará a Farmácia Municipal e um espaço para as atividades do Nasf.

O prefeito Douglas Mello agradeceu ao parlamentar pelos recursos e destacou a preocupação do deputado com Lebon Régis. “O Rodrigo conhece muito bem a nossa realidade. Ele sabe do que o município precisa para crescer. O novo Centro Municipal de Saúde será importante para melhorar a qualidade do atendimento à nossa população”. O parlamentar já destinou mais de R$ 2 milhões para Lebon Régis.

Comando do PSD

Assédio de lideranças da cúpula estadual do PSD para que o ex-prefeito Beto Comazzetto assuma o comando do partido em Caçador é grande. Recentemente uma comitiva formada, entre outras lideranças, pelo atual presidente estadual, deputado, Milton Hobus e pelo ex-governador Raimundo Colombo estiveram em Caçador falando com Comazzetto.

Comando do PSD (2)

À este colunista Comazzetto confirma os contatos há meses, mas diz que prefere continuar só observando o cenário, após sua desfiliação do MDB. Entende que o ex-vereador Jorge Savi teria o perfil ideal, agregador e conciliador, para tocar o partido neste momento.

Sem direção

Por falar em PSD, após as últimas eleições o partido morreu em Caçador. À exemplo de vários municípios. Resultado da condução autoritária do ex-presidente Gerson Merísio, que criou apenas comissões provisórias e não deu autonomia para que o partido fixasse suas direções municipais autônomas e livres. Restou de liderança em Caçador apenas a vereadora Cleony Figur que até tentou sair para outras siglas, mas teve portas fechadas em várias delas. No PSDB, por exemplo, quase teve decretada a terceira guerra mundial a notícia de que Figur teria possibilidade de migrar para o ninho tucano.

Dois pré-candidatos

No PT caçadorense a informação de que duas pré-candidaturas a prefeito tomam corpo. A do professor Paulo Gonçalves, o Paulão e de Hélio Pires. Há quem diga que Pires tem vantagem na disputa. A tendência é que o partido vá de chapa pura, com os dois nomes compondo a majoritária numa estratégia para ao menos voltar a ter um vereador no Parlamento.

Sem alarme

Causou um alvoroço em Caçador a notícia de que um caçadorense viajou no avião do único infectado com o coronavírus no Brasil. Gente, o cidadão sequer está infectado e vai ficar em isolamento por precaução. Lembrando que essa doença não é nada mais que uma gripe em nova versão, cuja principal ação para prevenção é a higiene das mãos. Vejo muitos que sequer tiram a água do vaso no quintal de casa, favorecendo o mosquito da dengue que já tem 24 focos em Caçador e ficam aterrorizados com uma doença que sequer chegou aqui ainda. Por favor, é muita falta de noção.

Macro pautas

Ao assumir a presidência da Fecam neste início de ano, o prefeito Saulo Sperotto (PSDB) volta suas atenções para pautas da macro política estadual e nacional. Lembra que será um defensor dos interesses dos municípios, como não poderia ser diferente, porém, também está disposto a ajudar ao governo do Estado a construir uma pauta administrativa conjunta, como já manifestou interesse o governador Carlos Moisés. No plano nacional, Sperotto não pensa duas vezes quando perguntado sobre as prioridades para a nação: reformas tributária e administrativa. É preciso desengessar o País.

Números

Números da prefeitura de Caçador dão um panorama do quanto a administração municipal levantou voo no ano passado. Em 2017 foram canalizados para investimentos R$ 7 milhões; em 2018, R$ 7,5 milhões e em 2019 o dobro (R$ 15 milhões). Os números não são absolutos, mas servem para mostrar o planejamento administrativo do prefeito Saulo. Neste ano de 2020 então, esse valor será infinitamente superior. Isso explica um pouco o fato de a cidade ter obras em todas as áreas e em todos os bairros e interior.

Ponte em Timbó Grande

O prefeito de Timbó Grande, Ari Galeski (MDB) realiza neste sábado (29), às 15 horas, a inauguração  da nova ponte Eugênio Soares, sobre o Rio Caçador Grande. Técnico da Epagri, antes de ser prefeito, Galeski percorreu e muito as comunidades do interior do município. Viu de perto e sofreu na pele a situação precária dos acessos. Agora prefeito vem investindo pesado na recuperação da malha viária e principalmente na substituição de antigas pontes e pontilhões em madeira por modernas e robustas pontes em concreto armado.

Palestra

Comunicação para engajar times com o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG). Ele se tornou o rosto e a voz conhecida por milhões de brasileiros que passaram a acompanhar pela TV, rádio, portais ou jornal impresso as notícias e atualizações sobre o rompimento da barragem de Brumadinho-MG. A palestra será dia 03 de março das 16h30min às 19h30min na ACIC. Gratuito!