Presidente do TJ em Caçador nesta quinta (31); Moisés é homenageado na Uniarp e Fically deve deixar o PDT

Em Caçador, nesta quinta-feira (31), o presidente do TJ, Rodrigo Colaço deverá anunciar os planos do TJ para construir um novo fórum para Caçador em 2020

0
39

Presidente do TJ nesta quinta (31) em Caçador

Atendendo a convite do deputado estadual, Valdir Cobalchini (MDB) o presidente do Tribunal de Justiça, Rodrigo Colaço, estará em Caçador nesta quinta-feira (31). Ele deverá anunciar a decisão do TJ em construir um novo prédio para sediar a Comarca de Caçador. A construção deverá ser realizada em 2020 e será anexo no terreno onde está localizado o atual Fórum de Caçador.

Cobalchini justifica que reforçou o pedido explicando a defasagem do atual prédio do Fórum. Construindo há mais de 30 anos, o imóvel não tem nenhuma acessibilidade, além de estar sobrecarregado. À época de sua inauguração sediava a estrutura que cuidava dos processos de uma população de aproximadamente 40 mil pessoas, agora, a realidade é outra. “A população mais que duplicou e é óbvio que hoje a estrutura não tem mais espaço para sua operação”, pondera Cobalchini.

Colaço será recebido em um jantar que será oferecido no Restaurante Di Fratelli, quando fará o anuncio do investimento no município.

O título Doutor Honoris Causa para o Governador

A Uniarp realiza nesta quinta-feira, dia 31 de outubro, solenidade de outorga do título honorífico de Doutor Honoris Causa ao governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva. A solenidade será realizada, às 10 horas no Centro Administrativo e Reitoria da UNIARP. Às 11h15min o Governador participa de coletiva de imprensa.

A concessão do título é uma forma de agradecer o apoio do Governador ao ensino superior no Estado. O Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu) recebeu investimentos de R$ 204 milhões em 2019. Os recursos beneficiam o Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde), que visa a concessão de bolsas para estudantes de graduação em áreas estratégicas e de licenciaturas. O Uniedu foi criado em 2005 por meio do artigo 170 da lei estadual complementar 281/2005.

São mais de 70 instituições de ensino superior, comunitárias e particulares cadastradas, que selecionam estudantes para bolsas de 25 a 100% do valor da mensalidade, por meio dos Artigos 170 e 171.

Não serviam

Ainda sobre o Programa de Bolsas Universitárias, há alguns meses o futuro do programa era nebuloso. Ninguém sabia se iria continuar e se o governo continuaria financiando a formação dos jovens de baixa renda. Eis que uma mente brilhante da Uniarp (desses mega gestores que as diretorias de empresas gostam de trazer de fora da cidade para realizar os cortes e dizer que a gestão é enxuta) resolveu usar sua tesoura contra todos os jovens de baixa renda que não conseguiam pagar suas mensalidades, sem o programa do governo. Provavelmente o fez, com pouco diálogo, sem entender a realidade da cidade e região, onde centenas de jovens buscam na formação superior uma forma de ter esperança de uma vida melhor na região com os piores índices de IDS e IDH do Estado.

Agora servem

Fato é que com dúvida em relação à continuação das bolsas do governo, a Universidade se apressou em deixar num segundo plano esses estudantes menos abastados financeiramente. Porém, eis que com a revitalização do Programa de Bolsas Universitárias do artigo 170, inclusive com seu fortalecimento, que injetou só em Caçador aproximadamente R$ 2,6 milhões, a Uniarp se viu novamente disposta a escancarar a porta para os alunos de baixa renda. Estão em alta agora. Está aberta a caça a alunos de baixa renda. Que fique a lição para os dirigentes caçadorenses colocarem um filtro nos ouvidos quando contratam pessoas de outras cidades sem conhecimento de Caçador e região e de suas peculiaridades.

Mais 40 vagas

Agora voltando ao título honorífico de Doutor Honoris Causa que a Uniarp está concedendo ao governador Moisés – que nesta quinta-feira (31) coloca os pés na cidade pela segunda vez – o gesto não tem relação somente com a liberação e ampliação do Programa de Bolsas Universitárias. Tem também com certo incremento no número de vagas do curso de Medicina. O curso, que se tornou referência para a Uniarp, foi aberto com 80 vagas e agora foi ampliado para 120. São mais 40 vagas que precisam ser celebradas.

Sem alvarás

Quando que a prefeitura de Caçador vai acatar a principal mudança da Lei de Liberdade Econômica, que é aquela que libera empresas e negócios de baixo risco de terem que solicitar na prefeitura alvarás de funcionamento. Um interlocutor me passou que o prefeito Saulo Sperotto (PSDB) está de acordo com a aplicação da lei imediatamente no município. Só falta o setor de Tributação descobrir como será emitido a CND Municipal e como será feito o procedimento como um todo para essas empresas que a partir de agora não precisam mais de alvará para trabalhar.

Fically fora

O vereador Itacir Fiorese, o Fically, está de malas prontas para deixar o PDT. Vamos combinar: o Fically não tem nada a ver com o PDT e vice versa. Ainda não tem seu destino político definido. Mas, conversa com o PSB e não está descartado seu retorno ao PP, onde militou por longos anos.

RECEBA ESTA COLUNA POR WHATSAPP

Quer receber esta coluna por Whatsapp toda quarta e sábado? ADICIONE o número (48) 99800-5836 em SEU celular e nos mande um OK, com seu 1º nome!