O temporal que atingiu Caçador e sua relação com o sistema antigranizo

Caçador foi atingida por um temporal e prejuízos foram contabilizados e o descaso do Governo do Estado em não renovar o financiamento do sistema antigranizo

0
41

Antigranizo

O Governo do Estado ficou enrolando todo o Meio Oeste do Estado com relação ao pagamento do Sistema Antigranizo. Desde janeiro, lideranças de Caçador estão batendo na porta da Secretaria de Agricultura e da própria Defesa Civil de Santa Catarina, em Florianópolis, para que os geradores, de responsabilidade do Estado, fossem mantidos.

Conversa vai, conversa vem, conversa vai de novo, passou o outono e entramos na primavera, época do ano em que são registradas grandes precipitações de granizo e nada aconteceu.

Daí, no dia 7 de outubro, quando as previsões passaram a apontar tempestades quase que diárias para toda a região, incluindo granizo intenso, o Governo do Estado dá a péssima notícia: “não vamos mais pagar os geradores para estes municípios”.

As desculpas, das mais variadas, não colaram e deixaram uma população inteira à mercê das tempestades e da destruição.

Antigranizo  (2)

Com a péssima notícia, os prefeitos dos municípios que tinham os geradores, pagos pelo Estado, ficaram apavorados. A maior parte não tem nenhum gerador pago pela Prefeitura, a não ser Caçador.

Resultado: nesta quinta-feira, 17 (sugestivo, né?!), exatamente 10 dias depois da péssima notícia do governo Carlos Moisés (PSL), foram registrados estragos em Videira, Pinheiro Preto e no interior de outros municípios.

Antigranizo (3)

Em Caçador, a Prefeitura investe mais de R$ 400 mil por ano em 24 geradores, que cobrem boa parte do interior e da cidade. Até o ano passado, o Governo do Estado fazia o pagamento de mais 6 geradores, pouco mais de R$ 120 mil, mas declinou.

Os geradores do Sistema Antigranizo formam como se fosse uma rede de proteção, um guarda-chuva: Com estes 6 a menos, ficam buracos no sistema, causando falhas.

E foi o que aconteceu: apesar dos 24 geradores em funcionamento, nos locais onde estavam estes 6 foram registrados estragos. Na linha Cará, uma das localidades onde o gerador está desligado pela falta de pagamento do Governo do Estado, plantações de tomate e cebola foram destruídas, bem como parte das de ameixa de pêssego.

Antigranizo (4)

Mas daí, imagine a situação: os prefeitos ficaram sabendo da situação em 7 de outubro. Junte a isso o final de ano, queda nas receitas, contas sendo levadas na estica para que os pagamentos sejam honrados para fechar o ano e, agora, surge essa nova necessidade de investimento. Aí, quebra qualquer um!

Em Caçador, segundo as informações extraoficiais, o prefeito Saulo Sperotto estuda uma forma de realizar os pagamentos destes 6 geradores que estão desligados. Com isso, a rede ficaria novamente fechada e iria prevenir os danos, como os causados no interior.

Granizo

Agora, tem gente que nunca vai aprender mesmo. Em 1997, uma tempestade de granizo (aquilo sim foi granizo) e destruiu Caçador. O prejuízo foi incalculável, tanto na cidade quanto no interior. Casas foram completamente picotadas pelas pedras de gelo, que tinham o tamanho de uma bola de tênis de mesa para cima.

Aquilo foi uma chuva de granizo de verdade. O que caiu nesta quinta-feira, em algumas residências do bairro Martello e que causaram os mimimis no Facebook, são migalhas das pedras. Aliás, nenhuma casa teve estragos por causa do granizo. Mas, o legal é ficar reclamando de tudo, mesmo sem ter razão!

Estrela

Prefeito Saulo Sperotto é daquelas pessoas que a gente fala que tem “estrela”. Depois de conseguir uma aprovação histórica do financiamento junto ao Avançar Cidades, para a construção do Parque Linear, mote do seu programa de Governo, conseguiu novamente a aprovação e trocou a modalidade para o FINISA. Ambos os programas são da Caixa, mas este último possibilidade mais mobilidade da grana e juros menores.

Só que, não bastasse isso, Saulo recebe em Caçador a visita (mesmo que informal), do ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, e apresenta o projeto para ele. Encantado, o ministro gravou até um vídeo com o prefeito, parabenizando e afirmando que irá buscar apoio para ampliar este projeto.

Agora, resta a liberação da grana para que as obras comecem!

Alagamentos

Só para lembrar que estes recursos são também para as tubulações no DER e no Santelmo, que com as chuvas, alagam e atingem várias residências. Aliás, alagaram com as chuvas desta quinta-feira.

Doações

O Núcleo Imobiliário da ACIC realizou esta semana a entrega de alimentos para a Associação Maria Rosa de Caçador. Os alimentos foram arrecadados na 2ª Feira do Imóvel de Caçador, realizado pelo Núcleo Imobiliário de Caçador da ACIC, com patrocínio da Caixa Econômica Federal. A entrega foi realizada pelo coordenador do Núcleo Imobiliário Rafael Xavier acompanhado pelos nucleados Geovane e Daniel e pela secretária da ACIC Cristiane.