Governo Moisés nega recursos do antigranizo; o belo gesto de Fically e outras notas

Governo do Estado não vai fazer o repasse para cobrir os custos com os geradores do antigranizo; Fically faz belo gesto na procissão de Aparecida e investimentos em novas empresas em Caçador entre outras notas

0
53

Prefeitos comemoram dinheiro do petróleo

Prefeitos que vão à reeleição ou pretendem fazer seu sucessor terão um reforço no caixa entre este final de ano e início de 2020 para tocar investimentos e também dar um refresco nas dívidas de previdência.  Aconteceu nesta terça-feira (15), em Brasília, o processo de votação do Projeto de Lei 5478/2019 que define as regras para divisão entre estados e União dos recursos do megaleilão de petróleo do pré-sal, marcado para o dia 6 de novembro. O projeto foi aprovado pelo Senado, por unanimidade, por 68 votos a zero. A proposta segue agora para a sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Além de manterem o critério do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para a repartição entre 5.568 administrações locais, os parlamentares garantiram autonomia dos gestores para uso do montante para pagamento de dívidas previdenciárias ou para investimentos. O texto aprovado pelo Senado, define a divisão dos cerca de R$ 106 bilhões dos recursos do leilão do pré-sal. Deste total, R$ 33,6 bilhões ficarão com a Petrobras em razão de acordo com a União para que as áreas sob seu direito de exploração possam ser licitadas. Do R$ 72,9 bilhões restantes, 15% ficará com Estados, 15% com os municípios e 3% para estados produtores. Santa Catarina vai receber cerca de R$ 412 milhões, conforme estimativa da FECAM.

Prefeitos comemoram dinheiro do petróleo (2)

Em nossa região do Meio-oeste Catarinense, já está definido quanto cada prefeitura vai receber. De acordo com ranking divulgado pela Fecam, a prefeitura de Caçador terá um reforço no caixa em função do megaleilão de petróleo de R$ 3.308.589,31; já a prefeitura de Lebon Régis receberá R$ 1.018.027,48 e as demais prefeituras da região (Calmon, Macieira, Timbó Grande, Rio das Antas e Matos Costa) receberão a mais em seus caixas cada uma R$ 763.520,61.

Investimentos

O radialista Flávio Henrique dos Santos informa que Caçador continua sendo uma cidade atrativa para investimentos. Segundo ele, em breve, devem se instalar filiais da Óticas Diniz e do Supermercado Viza no município. Os locais, na Barão do Rio Branco e Altamiro Guimarães, já foram definidos.

Em nome da fé

Quem inovou durante a tradicional procissão de Nossa Senhora Aparecida, até o Castelhano, neste ano, foi o vereador Itacior Fiorese, o Fically (PDT). Durante o percurso ele montou uma estrutura para entregar protetor solar e água, de forma gratuita, para os romeiros. Recebeu muitos elogios pela iniciativa, simples, mas revigorante, para quem encara o percurso em nome da fé. Alguns chatos que não levantam a bunda da cadeira para ajudar alguém até criticaram e relacionaram a ação às eleições do ano que vem. Só quem não conhece Fically e sua vida de dedicação e bom coração para ajudar o próximo dá ouvidos para os “chatos de plantão” que só sabem criticar. Fically informa que distribuiu praticamente 1.200 garrafinhas de água e agora pretende fazer todo ano, diante da aceitação popular.

Sem repasse para o antigranizo

A eficiência na proteção da agricultura de Caçador e região, via Sistema Antigranizo, foi tema abordado durante espaço da Palavra Livre da Câmara Municipal de Caçador. O assunto foi abordado por Jean Ribeiro, secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico na reunião dessa terça-feira (15). O convite foi feito pelo vereador Neri Vezaro (MDB), devido a suspensão do recurso no valor de R$ 1.269.000,00, que era repassado pelo Governo do Estado, anunciada dia 7 de outubro.

Sem repasse para o antigranizo (2)

Jean Ribeiro explica que desde janeiro está indo a Florianópolis com vistas a equacionar a questão do repasse dos valores para custear os geradores do Estado. Ele foi surpreendido neste mês de outubro com um documento do secretário Casa Civil do Governo do Estado, Douglas Borba, dizendo que não teria recursos para este tipo de investimento neste ano, ficando a análise para possível repasse no ano que vem. Lembrando que final de semana teve um forte granizo em Lebon Régis, destruindo lavouras de cebola. No município de Caçador, ameniza a questão os geradores bancados pelo município, que continuam funcionando, mas sem os do Estado, a malha fica deficitária, especialmente em municípios da região. “Não temos nada de concreto sobre repasse do Estado, dizem que ainda estão em estudo”, explica Ribeiro.

Um absurdo o que este governo Moisés do PSL está fazendo com a região. O Sistema Antigranizo era uma proteção garantida há anos, entra governo e sai governo, independente de partido político. Agora o governo do PSL simplesmente ignora o setor produtivo da região, sem falar nos centros urbanos. Aposto que o secretário Douglas Boba nunca colocou os pés em Caçador, nem Lebon Régis, nem Macieira. Ficamos a deus-dará, torcendo para que não aconteça o pior, neste verão que se avizinha.

Abaixo oficio comunicado a negativa dos recursos por parte do Governo do Estado.

Equipamentos eletrônicos

O prefeito de Timbó Grande, Ari Galeski (MDB) esteve em Florianópolis neste início da semana e recebeu doação do Incra de quase 200 itens de eletrônicos. Segundo o prefeito, será feito uma triagem do material. Aqueles equipamentos que estiverem em boas condições de uso serão utilizados em secretarias municipais ou escolas, como por exemplo, algumas impressoras e computadores. Eventualmente aqueles equipamentos com piores condições de uso serão leiloados.